A maratona da cozinha

5 minutos

 INNOVATION LAB, Blum

Podemos não estar cientes, mas em cada um de nós esconde-se um maratonista. Porque, em média, percorremos cerca de 2 maratonas por ano - e isso só em nossa cozinha. Por esse motivo, deve-se sempre garantir que não haja obstáculos e impedimentos que dificultem o alcance da linha de chegada.

Illu_MARAT_INS_150dpi_A5_169_81a

Para tornar nossa maratona anual de cozinha o mais eficiente e ergonômica possível, a Blum trabalhou intensamente com base no princípio do estudo do fio na pesquisa de necessidades internas. Ela possibilita explicar passo a passo a maratona da cozinha e reconhecer padrões de comportamento importantes e fatores decisivos. Agora você pode descobrir tudo sobre como acontecem os mais de 90 quilômetros por ano e o que você deve considerar ao planejar sua cozinha para dar um passeio por ela.

É nosso método inteligente para determinar trajetos.

Um fio condutor que vale a pena seguir: com o “estudo do fio”, a Blum utiliza uma forma comprovada para representar com precisão os processos diários da cozinha. Para fazer isso, um fio foi amarrado à perna de um voluntário de testes virtual para tornar compreensíveis as rotas e atividades na cozinha. Em uma cozinha em L, foram medidas sete diferentes rotinas diárias. As condições ideais foram criadas para isso - e sem esquecer as coisas ou a influência de outras pessoas na cozinha. Em média, o voluntário do teste percorreu 264 m por dia - o que corresponde a uma distância total anual de mais de 96 km! Em comparação, uma maratona tem 42.195 quilômetros. Abrimos a lata de lixo até 50 vezes por dia e nossos armários até 80. É por isso que reunimos dicas e truques úteis para projetar a cozinha da forma mais eficiente possível e evitar distâncias desnecessárias.

ME8475997_AA_FOT_FO_BAU_#SALL_#AIP01_#V1

A soma das muitas distâncias curtas na cozinha tem como resultado um longo caminho na vida cotidiana.

Planificação de cozinhas: a estrutura mais eficiente para sua cozinha

Comprovadamente no século 18, as pessoas já estavam ocupadas com a planificação individual de cozinhas e sua otimização. O chamado “triângulo do trabalho”, por exemplo, foi desenvolvido na década de 1940 e é a base de todo projeto de cozinha até hoje. Com o tempo, surgiram muitos formatos e layouts de cozinha diferentes, cada um com suas vantagens e desvantagens. Além do trajeto, outros fatores também desempenham um papel importante na decisão sobre o projeto da cozinha.

  • Utilização eficiente da energia

  • Melhor acomodação possível dos gêneros alimentícios

  • Uso ergonômico de armazenamento e espaço de trabalho

  • Requisito de utilização adicional do espaço da cozinha

  • Hábitos culinários e comportamento de compras

Para planejar uma cozinha ergonômica, existem alguns detalhes grandes e muitos outros pequenos que devem ser observados.

BOX1669_AA_FOT_FO_BAU_#SALL_#APR6I_#V1

Quando tudo está acomodado no local onde será utilizado, os percursos se tornam curtos e eficientes.

DS0154_AA_FOT_FO_BAU_#SALL_#APR6I_#V1
Levar em consideração os hábitos culinários

Existem diferentes tipos de aproveitamento de sua cozinha. Você cozinha principalmente sozinho ou várias pessoas trabalham ao mesmo tempo? Você gosta de cozinhar ou o serviço de entrega é seu melhor amigo? A forma como a cozinha é utilizada no dia a dia é decisiva para o seu planejamento e, em última análise, o que ela deve proporcionar.

DS0154_AA_FOT_FO_BAU_#SALL_#APR6I_#V1
Levar em consideração os hábitos culinários

Existem diferentes tipos de aproveitamento de sua cozinha. Você cozinha principalmente sozinho ou várias pessoas trabalham ao mesmo tempo? Você gosta de cozinhar ou o serviço de entrega é seu melhor amigo? A forma como a cozinha é utilizada no dia a dia é decisiva para o seu planejamento e, em última análise, o que ela deve proporcionar.

Fresco ou em estoque

Observe seu comportamento de compras. Você compra para estocar e precisa de um depósito ou tem a possibilidade de conseguir mantimentos frescos quase todos os dias? A forma como você compra tem impacto no projeto da cozinha e na quantidade necessária de espaço disponível central, ou seja, o número de armários.

BOX1578_AA_FOT_FO_BAU_#SALL_#APR6I_#V1

Reunindo o que deve ficar junto

Facas perto da tábua de carnes, louças perto da lava-louças. Divirta-se com as atividades típicas, como preparar um café da manhã, e arrume sua cozinha de acordo. Onde fica a bancada de trabalho? Onde fica o fogão? Tudo deve ser estocado onde vai ser necessário durante a utilização. Isto economiza tempo e percursos.

DS0388_DS_FOT_FO_BAU_#SALL_#APR6I_#V1

Planejando uma bancada de trabalho suficiente

O local preferido para o preparo de alimentos é entre a pia e o fogão. Para se evitar um congestionamento neste lugar, uma bancada de trabalho de pelo menos 80 cm deve ser planejada entre eles.

DS0341_DS_FOT_FO_BAU_#SALL_#APR6I_#V1

Ergonomia, graças à altura otimizada de trabalho

A altura ideal de trabalho é crucial para um trabalho ergonômico, caso contrário, a dor nas costas é inevitável. A usuária ou usuário principal da cozinha tem que poder trabalhar confortavelmente e sem restrições. Apenas meça a altura do chão até abaixo do cotovelo dobrado - a altura da bancada deve ser 10-15 cm menos - não se esqueça de tirar os sapatos.

Arbeitshoehe

Soluções de armários para o futuro

Cozinhas são utilizadas até 20 anos. Quem escolhe armários bem elaborados pode ter a certeza de que o trabalho na cozinha será sempre fácil e cômodo, mesmo com as circunstâncias de vida alteradas.

  • Prever armários inferiores com gavetas e divisões internas

  • Selecionar armários altos com extensões individuais para armazenar mantimentos

  • Planificar armários superiores com portas de elevação para ter margem à altura livre

  • Escolher armários de canto com gavetas ou planificar “cantos mortos”

O formato ideal de cozinha

Em primeiro lugar, isto depende, além dos desejos pessoais, do que o espaço oferece. As ligações pré-instaladas, as dimensões do espaço, portas e janelas são frequentemente determinantes para a divisão da cozinha. A boa notícia: qualquer layout de cozinha pode ser otimizado para as necessidades pessoais. Para uma comparação dos diversos formatos de cozinhas, nós as equipamos com os mesmos armários e as comparamos.

ME8966902_IL_BAU_#SALL_#AIN13_#V1

A cozinha em formato U é o layout mais eficiente, já que tudo pode ser alcançado com apenas alguns passos.

ME8966892_IL_BAU_#SALL_#AIN13_#V1

Uma cozinha com uma ilha pode ser muito bem integrada em uma sala de estar aberta. Em comparação com o formato em U, a diferença nas distâncias necessárias é entre 2% (área da pia na ilha) e 8% (área da pia no âmbito posterior).

ME8966890_IL_BAU_#SALL_#AIN13_#V1

A cozinha em formato G é ideal especialmente para áreas espaçosas. Ela também é muito eficiente, com apenas 6% a mais de trajetos.

ME8966891_IL_BAU_#SALL_#AIN13_#V1

Uma cozinha bilateral cobre cerca de 11% a mais de percursos. É usada principalmente quando apenas 2 partições opostas estão disponíveis.

ME8966900_IL_BAU_#SALL_#AIN13_#V1

A cozinha em L é a variante de cozinha mais comum, uma vez que pode ser implementada em quase todos os espaços. No entanto, com cerca de 23% a mais de trajetos ela permanece significativamente mais ineficiente do que a em formato de "U".

ME8966894_IL_BAU_#SALL_#AIN13_#V1

A cozinha unilateral é uma alternativa conveniente e que economiza espaço frente à cozinha bilateral e é especialmente adequada para pequenas residências. Tal como acontece com a cozinha de “2 linhas”, os utensílios de cozinha estão próximos uns dos outros ao longo da linha, o que significa caminhadas frequentes de vaivém e uma média de mais 40% de passos. Isso aumenta a corrida anual na cozinha para mais de 3 maratonas.

Se você verificar passo a passo os móveis em relação à funcionalidade e praticidade ao planificar sua cozinha, poderá economizar muitas caminhadas a longo prazo. Não deixe de falar com seu(sua) projetista. Dê a ele(ela) o máximo de informações possíveis sobre seus hábitos de cozinhar e comportamentos de compras, suas preferências e outros desejos. Então, a lendária maratona da cozinha definitivamente continuará sendo um conto de fadas para você.

7 dicas para transformar sua maratona em um passeio

Diga adeus aos obstáculos e impedimentos durante o processo diário da cozinha.

  • Proteção contra quedas graves.A combinação de gavetas fechadas lateralmente e paredes traseiras altas evita que objetos caiam no fundo do armário.

  • A ergonomia está em cada detalhe útil. Mecanismos de auxílio de abertura mecânicos ou elétricos são ideais quando se está com as mãos ocupadas.

  • Abertura ampla para um melhor acesso.Gavetas com extensão total garantem o melhor acesso possível a todo o conteúdo.

  • Permanecendo sempre flexível.Quanto melhor a divisão interna, tanto mais prática pode ser organizada a cozinha. Divisões internas flexíveis garantem organização em cada gaveta.

  • Tudo à vista, tudo à mão. Armazene os itens usados ​​com frequência em local de fácil alcance, ao nível dos olhos e da altura de utilização.

  • Quanto mais pesado, mais profundo.Utensílios volumosos e pesados encontram lugar nos níveis inferiores do armário.

  • Quanto menos frequente, mais alto.Coisas utilizadas mais raramente, ficam melhor estocadas bem em cima. Assim, sobra mais espaço na altura ergonomicamente valiosa de acesso.

Illu_SPAZ_INS_150dpi_A5_169_81a

Você também pode se interessar por isto